fbpx

Entenda porque a sua alimentação pode influenciar na produtividade

Muitas pessoas já ouviram a famosa frase que diz: você é o que você come!
Mas isso tem a ver com a produtividade? Conversamos com a Luísa Propato do @manducare_nutricao que explicou direitinho sobre qual a verdadeira relação entre a alimentação e a produtividade.

A alimentação está relacionada com absolutamente todos os processos metabólicos que acontecem no nosso organismo e interfere direta ou indiretamente na nossa atenção e disposição. Dores de cabeça, fadiga e dispersão são algumas das dificuldades que podem ser contornadas com conhecimentos nutricionais.

Como aumentar a qualidade de vida através da alimentação?

A principal chave para diminuir sintomas e aumentar a qualidade de vida é a saúde intestinal. Tudo que ingerimos vai para o intestino, sendo absorvido ou utilizado como fonte de energia para as bactérias e fungos que habitam nossas mucosas intestinais. Esses microrganismos compõem a nossa microbiota.

Da fermentação de fibras pela microbiota são produzidas algumas substâncias benéficas que atuam nos processos neurológicos como a serotonina, por exemplo, um importante neurotransmissor relacionado à ansiedade, depressão e estresse. Se nossa microbiota não tá saudável, sentiremos os incômodos derivados da ausência das substâncias que participam das sinapses.

Antioxidantes e anti-inflamatórios

A importância de antioxidantes e anti-inflamatórios está relacionada com o tratamento e prevenção de danos causados pelos radicais livres. Tais danos causam desconfortos como dores corporais e dificuldades cognitivas, o que pode influenciar na produtividade. Essas substâncias são facilmente encontradas em frutas, vegetais e legumes. Variedade é muito importante para alcançar o equilíbrio interno.

Além disso tudo, devemos nos manter hidratados já que a água participa de todas as reações; praticar atividades físicas, para desencadear reações que melhoram nosso humor e disposição; ter uma boa noite de sono que te dará equilíbrio hormonal para realizar as atividades diárias; comer de acordo com a sua fome, para respeitar a capacidade gástrica e facilitar a digestão.

Durante esse período, é importante conhecer seu limites para não ir além do que seu corpo e mente podem aguentar. Estabelecer pausas para alongamentos, refeições e descanso é essencial para diminuir o nível de estresse e manter uma rotina de trabalho remoto saudável.

E aí, o que você anda comendo?

Receba novidades sobre produtividade de times.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.